imagem

imagem

..

12 de ago de 2011

Pais de integrantes da banda Restart têm fã-clubes e dão autógrafos


Cesar Assolant e seu filho Pe Lu, guitarrista e vocalista do Restart (Foto: Divulgação)
'As fãs se sentem mais íntimas', diz pai do vocalista e guitarrista Pe Lu.

A estudante paulistana Juliana Godwin, 15 anos, comemora neste começo de agosto um ano do fã-clube que criou para a banda Restart. Como toda fã do grupo de happy rock, a ideia era declarar seu amor por seu integrante favorito, o guitarrista Koba. Foi assim que nasceu o fã-clube Choose Tio David, homenagem a David Kobayashi, pai do músico.
"Prefiro o Koba, os outros são meio metidos", explica Juliana. "Como o pai dele é super-gente boa, criei o fã-clube. Eu o conheci no ano passado em um show em Osasco (SP). Meus amigos acham engraçado, mas me zoam por eu gostar de Restart, não por ter um fã-clube para o pai do Koba."  "Tio David" sempre dá autógrafos e aceita posar para fotos. "Fico tímido e meio sem jeito. Acho que o assédio deveria ser dado à banda. Tenho que ser respeitoso", comenta ele.
Cesar Assolant e seu filho Pe Lu, guitarrista e vocalista do grupo de rock colorido Restart (Foto: Divulgação)
Assim como o guitarrista, pais dos outros integrantes também possuem admiradores. É o caso do músico Cesar Assolant. "Acredito que as fãs se sentem mais íntimas, pois de alguma forma participam da família, da casa", arrisca o pai de Pedro Lucas, o Pe Lu do Restart - guitarrista, vocalista e principal compositor do grupo.
Ele sabe da existência do Choose Tio Cesar, mas não tem contato com as donas da ideia, as jovens Thaysa Mendes e Monique Santos. "Ser homenageado é uma honra, pois é o reconhecimento de que a relação criada dentro de casa foi e continua sendo verdadeira. Só ouço elogios no que diz respeito ao Pedro Lucas, ao seu caráter e seriedade", diz Cesar.
O Restart começou a fazer shows há três anos. A banda cunhou o rótulo happy rock, um pós-emo com letras festivas e visual new wave. Os quatro rapazes paulistanos já gravaram músicas como "Levo comigo", "Recomeçar", "Pra você lembrar" e "Amanhecer no teu olhar". O quarteto vendeu mais de 100 mil cópias do CD de estreia e tem cachê de aproximadamente R$ 100 mil por apresentação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário